Na Natureza nada é por acaso

Cada pomar, cada árvore, cada fruto tem uma história para contar. Histórias que deixam marcas e que podem tornar a fruta menos atrativa mas, na verdade, caracterizam-na como um fruto que amadurece na árvore e não alteram em nada o mais importante: a sua qualidade e sabor.

 

Cada marca é sinal da vida da fruta no meio da natureza. No campo, estas “marcas” são frequentemente resultado de doenças, pragas ou lesões da epiderme. As mais comuns são provocadas por fungos ou por pequenos animais que se passeiam nos pomares.

 

A alternariose e a antracnose, por exemplo, são provocadas por fungos que afetam a flor durante a sua germinação e conduzem a marcas na casca da laranja. O Geotrichum candidum e a Phytophtora, também eles fungos, estão associados a épocas de humidade muito elevada. Temos ainda a fumagina que ocorre quando a mosca branca cobre as laranjas com uma melada preta (para proteger a sua descendência do ataque de predadores). Já aqueles pequenos “furos” que podemos encontrar na casca, são o resultado da ação da baba dos caracóis.

 

As pragas mais comuns dos citrinos, temidas por qualquer produtor, são provocadas pela cochonilha ou pela mosca da fruta. Enquanto a primeira resulta em pequenas pintas pretas, a segunda fura a casca para depositar ovos no seu interior que evoluem para larvas.

 

As lesões da epiderme, visíveis por qualquer um, podem ter origem em diversos fatores:

Temos os ácaros que consomem a clorofila da casca e, nesse local, a cor da fruta fica mais clara pois não evolui; o creasing que surge quando a fruta já está mais madura e se assemelha às marcas de celulite – daí o nome “casca de laranja”; e a oleocelose que se manifesta pelo aparecimento de pequenas manchas, e que não é mais do que o rebentamento de células da casca (e consequente libertação dos seus óleos essenciais).

Até mesmo as agressões externas – físicas ou ambientais – causam os chamados “roçamentos”.

 

Todos estes fatores fazem parte do ciclo natural da natureza.

 

Cada citrino conta uma história e o seu sabor faz parte da nossa.

Facebook
Google+
http://www.frutastereso.pt/na-natureza-nada-e-por-acaso/
Twitter
LINKEDIN